16 fevereiro 2009

Nesse instante

B.

Agora que tudo é silêncio

me sinto como uma casa
sem os móveis dentro
sem trilhos, nem cortinas
pintada de tinta cinza...

Olho pra trás
e não te vejo mais
Percebo que só trago comigo
marcas do tempo
e ensaios mal-sucedidos
de uma vida encenada,
de uma trama enredada.

O paraíso está cada vez mais distante,
e a escuridão enche a casa nesse instante.

Bruna Ross

2 comentários:

Adry disse...

algumas vezes e só algumas vezes, gostaria de ter o poder de mudar as coisas, só por instante deixar tudo como gostaria que fosse, só para sentir por um instante a felicidade...mas como não posso, vou vivendo, desejando e esperando...
muito lindo Bru...vc é uma bruja...sua trem.
bjks

mineiroca disse...

buscando, buscando, retorno para ler mais uma vez este poema.
Adoro!