10 setembro 2007

Mar

Floripa


Sempre tanto que dizer
Sempre tanto pra chorar
Não, não quero lhe falar
do meu afoito entristecer...

Te procuro em todo olhar
e finjo que te encontro
quando vejo o mar...

Bruna Ross

Um comentário:

mineiroca disse...

Passando p fuçar e deixar um beijo bem estalado na sua bochecha tesoro.
tqm